Migração

Linha do tempo do nosso processo migratório.

Preparação

Eventos relacionados à nossa preparação para a migração, principalmente o aprendizado do francês.

Primeiro interesse... ah, o frio de doer os ossos

aug 2009

Em agosto de 2009 assistimos nossa primeira palestra sobre o processo de imigração para o Quebéc. Num sábado chuvoso, fomos, à tarde, num luxuoso prédio do bairro Moinhos de Vento. Lá conhecemos o senhor Pierre Terlinchanp, um belga-americano (eu já me contentava só com uma das metades desse quase gentílico) que explicou todo o processo de imigração de deu várias dicas sobre a província. Um dos atrativos: frio de - 35º C.

Palestra oficial com o Gilles

Sep 2009

Além do sr Pierre, o Escritório de Imigração do Quebéc em São Paulo também faz das suas palestras. Informações similares, apresentadas, geralmente, em auditórios de universidades ou instituições vinculadas a uma área profissional específica. Esta primeira foi na FAPA (Faculdades Porto-Alegrenses). Serviu para confirmar e atiçar o interesse.

Aulas particulares de français

Sep 2009 - Nov 2009

Cheios de vontade e com poucos recursos financeiros, contratamos aulas particulares para dar nossos primeiros passos em francês. Aprendemos a contar, o alfabeto, a oferecer água (a professora sempre pedia quando chegava lá em casa) e algumas outras coisinhas. Na verdade, quem mais aprendeu foi a Luciana, eu ainda estava meio largado.

Bad, bad student... pausa nas aulas

Dec 2009 - Jan 2010

Em, dezembro, ninguém tocou num livro de francês sequer lá em casa. Tisc-tisc.

Nova palestra, nova pilha

12/12/2009

Em outro sábado, agora não chuvoso e bastante quente, fomos novamente em uma palestra do sr. Pierre, no mesmo prédio luxuoso. Mais uma vez, a vontade bateu forte. Agora, o anúncio de um convênio com a YMCA (sim, aquela do Village People) para uma escola no nosso bairro em Porto Alegre tornou a possibilidade de fazer o curso de francês oferecido por ele mais viável. Além disso, os preços estavam bem melhores que no início. O único entrave: horários das turmas.

Retomada das aulas a todo o vapor

01/09/2010 - 04/03/2010

Passada a má fase, Luciana Neves enfiou a cara nos livros com quatro horas semanais de francês na escola e muitas horas em casa. Decidimos abrir a mão e pagar, para pelo menos um de nós, o curso. Tudo após uma nova palestra em que o sr. Pierre anunciou o curso melhor estruturado, com uma escola no bairro Cidade Baixa, o nosso quartier no Brasil.

Aulas para o jornalista

04/12/2010 - 05/31/2010

Em abril, graças ao cancelamento de um curso de informática (valeu escola de informática), Guilherme dedica-se ao estudo do Francês. Um mês de férias resultou na conclusão (em menos de 30 dias) do conteúdo de um semestre, ou mais, de curso em aulas em grupo.

Main

Pausa para Machu Picchu

11/3/2009 - 11/20/2009

Em novembro todo nosso francês foi trocado por portuñol em nossa viagem ao Peru. Ficamos quase 10 dias na casa de irmãos nossos em Lima e depois seguimos para Cuzco, onde conhecemos sítios arqueológicos e, é claro, Machu Picchu. Bons tempos, mas nada de francês com os hermanos limeños.

Processo de migração

Envio do Dossiê

07/20/2010

Finalmente enviamos nosso dossiê, assinado no dia 6 de julho e só enviado no dia 20 por problemas com o cartão de crédito - demorou para chegar pelo correio.

Confirmação de recebimento da documentação

07/29/2010

Em poucos dias, recebemos uma carta acusando o recebimento de nosso dossiê. Oba!

Convite para a entrevista

08/02/2010

Marcada a entrevista para 8 de novembro.