Ciclo Populista

Governos

Os governos do Ciclo Populista (1945-1964).

Dutra

1946 - 1951

Vargas II

1951 - 1954

Café Filho

1954 - 1956

Juscelino Kubitschek

1956 - 1961

OPA

Jânio Quadros

1961

João Goulart

1961 - 1964

Política externa brasileira

Alinhamento com os EUA

1946 - 1951

Alinhamento: assumia as noções da Guerra Fria e da liberalização econômica. Servilismo aos interesses de Washington.

Barganha nacionalista

1951 - 1960

Barganha nacionalista:
* Situação interna obrigou Vargas a retomar o projeto de desenvolvimento industrial por substituição de importações: incremento da indústria de base.
* Importância da barganha nacionalista: obtenção de capitais e tecnologia. Em troca, o Brasil apoiava os EUA no plano político-estratégico da Guerra Fria.

Início do fracasso da Barganha Nacionalista

1953

Esboço de multilateralização

1953

Esboço de multilateralização:
* Diante do novo governo americano, Vargas tentou aprofundar a barganha por meio da multilateralização. Essa multilateralização não era uma forma de inserção internacional, mas um desdobramento da barganha nacionalista. Nesse momento, o cenário da Guerra Fria não propiciava grandes espaços para manobras.
* Saída: NACIONALISMO
- Características:
a) Participação popular;
b) Caráter antiimperialista;
c) Não havia hostilidade ao capital estrangeiro, mas à sua fuga ou ausência.

Retrocesso de PEB

1954 - 1956

Gestão Café Filho:
- Abertura econômica absoluta ao capitalismo internacional: abandono do projeto de desenvolvimento;
- Retorno do alinhamento automático em relação à diplomacia americana.

Surgimento da concepção de segurança nacional associada à noção de desenvolvimento (ESG).
- Unilateralidade Norte-Sul;
- Desenvolvimento se daria pela afirmação da segurança;
- Segurança somente pelo alinhamento inequívoco ao Ocidente democrático e cristão (EUA).

Alinhamento Automático/ Diplomacia hemisférica

1954 - 1958

Desenvolvimentismo Associado

1956 - 1958

Associação ao capital estrangeiro + alinhamento automático com os EUA = desenvolvimentismo associado (para Vizentini).

Operação Pan-Americana (OPA)

1958 - 1960

Retomada da Barganha Nacionalista: OPA. Objetivos:
* Chamar a atenção americana para a América Latina;
* Créditos para o desenvolvimento americano;
* Utilização de capitais públicos e multilateralização das relações interarmericanas.

Chanceleres Brasileiros

Estados Unidos - Governos

Harry Truman

1945 - 1953

Início do fracasso da Barganha Nacionalista

1953

A intransigência do novo governo republicano (Eisenhower), que demonstrava insensibilidade quanto às demandas por desenvolvimento da América Latina, fez que a política de "barganha nacionalista" de Vargas fracassasse.

Dwight Eisenhower

1953 - 1961

John Kennedy

1961 - 1963

Lyndon Johnson

1963 - 1969

Política externa americana

Chanceleres americanos

Argentina - Governos

Política externa argentina

Chanceleres Argentinos

Ordem Internacional

Guerra Fria

I Guerra Fria

1945 - 1953

Bloqueio de Berlim (1948);
Corrida Armamentista;
OTAN (1949);
Pacto de Varsóvia (1955);
Guerra da Coreia (1950-1953).

Guerra Fria

1947 - 1991

Coexistência Pacífica

1953 - 1962

Revolução Húngara (1956);
Guerra de Suez (1956);
Crise dos Mísseis (1962).

Retorno da Europa Ocidental à vida econômica internacional

1956

Détente (Distensão)

1962 - 1979

SALT I (1972);
SALT II (1979);
Guerra do Vietnã (1960 - 1975);
Reconhecimento da República Popular da China (1950).